• Guia para Investir nos PALOP Online
  • Início     Boas Vindas      Parceiros      Notícias      FAQ      Ajuda      Contactos     

    Notícia

    07/05/2018
    Legis-PALOP participa na Feira & Conferência Internacional de Educação de Moçambique
    A Unidade Legis-PALOP de Moçambique foi um dos participantes de referência na Feira & Conferência Internacional de Educação, uma iniciativa da CADE (Comunidade Académica para o Desenvolvimento) que teve lugar em Maputo, entre 02 e 05 de Maio. O evento, que contou com cerca de 50 mil visitantes, constitui uma plataforma de debate e convergência de ideias sobre educação em Moçambique, tendo por objectivo reflectir sobre o impacto do sector no desenvolvimento do país e envolver diferentes actores da sociedade, entre os quais decisores políticos, estudantes, professores, empresários, pais e encarregados de educação, entre outros. A equipa Legis-PALOP marcou presença e durante os quatro dias do evento teve oportunidade de divulgar a Base de Dados jurídica, contactando todos os expositores presentes na zona de exposição. Destaque para o contacto realizado junto instituições do ensino superior, nacionais e estrangeiras, empresas de diferentes ramos de actividade, estudantes e personalidades de relevo na vida moçambicana.

    1_IMG_20180505_150102.jpg (4,87 MB) 2_IMG_20180505_145543.jpg (5,39 MB) 3_IMG_20180505_152331.jpg (4,48 MB)

      PUBLICAÇÕES LEGIS-PALOP

    Guia para Investir nos Palop

    GUIA PARA INVESTIR NOS PALOP

    Informação actualizada sobre o ordenamento jurídico de cada PALOP numa perspectiva de investimento e análise comparativa, permitindo uma rápida percepção do ambiente de negócios de cada país (requisitos e incentivos).

    Newsletter

    QUADRO JURÍDICO SOBRE O BRANQUEAMENTO DE CAPITAIS, COMBATE À CORRUPÇÃO E AO TRÁFICO DE DROGA NOS PALOP

    Coloca à disposição daqueles que pretendam conhecer, de forma precisa e numa perspectiva comparada, a principal legislação relevante aplicável na prevenção e no combate ao branqueamento/lavagem de capitais, corrupção e tráfico de droga em Angola, Cabo verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.